Igarapé, 27 de maio de 2017

Prefeitura Municipal de Igarapé

Você sabia?
Imprimir Email

Institucional

Caminho da fé

por departamento de comunicação

17/06/2015 08:35

Caminho pela fé

Estrada de peregrinação ao Santuário Nacional de Aparecida

Caminho pela fé

Motivação de fé

Caminho pela fé

Caminho pela fé

Caminho pela fé

Chegada a Aparecida do Norte

Caminho pela fé

De Estiva em diante a viagem foi de bike até o Santuário de Nossa Senhora de Aparecida

Caminho pela fé

Van com as bicicletas partindo da Praça Matriz de Igarapé-MG.

O ano era 2013, a ideia era transformar um hobby numa motivação de fé, mas a princípio seria apenas uma peregrinação de bicicleta até o santuário de Nossa Senhora de Aparecida, em São Paulo. Parece uma daquelas histórias mágicas que daria um filme, né? A história de dois amigos da cidade de Igarapé, Eduardo Palhares e Allan Lemos, que percorreram cerca de 500 km em dois dias e meio, para viver na pele a superação de obstáculos e a renovação da fé.

Durante a viagem, uma descoberta: ali existia uma Associação de Peregrinos, chamada Caminho da Fé.  Diante disso, os amigos tiveram a ideia de transformar aquela experiência em uma viagem anual ao santuário.  O grupo cresceu em 2014, ao todo sete ciclistas percorreram os 497 km. No trajeto deste ano, realizado no dia 3 de junho, foram 17 ciclistas com dois carros de apoio. O grupo seguiu da cidade de Igarapé até Estiva, no Sul de Minas, quase na divisa com o estado de São Paulo. De Estiva em diante a viagem foi de bike até o Santuário de Nossa Senhora de Aparecida. O trajeto incluiu as cidades de Paraisópolis, Campos do Jordão, Pindamonhangaba, Roseira e Aparecida.

 Um dos idealizadores do grupo, Eduardo Palhares, falou da importância da iniciativa. “Participar de um evento dessa magnitude renova nossa fé enquanto cristãos e nos deixa em condição de evangelizadores, Deus dá força para todos que acreditam nele e nos ajuda a superar todos os obstáculos e dificuldades que encontramos em nosso dia a dia”, conclui o esportista.

Caio Portioli, um dos ciclistas do grupo teve um grande motivo para desistir da viagem, mas o problema foi superado pela fé.  Ele percorreu o trajeto todo com uma grave lesão no joelho. Caio explica a sensação: “é maravilhoso, mesmo com a lesão eu me senti na obrigação de participar da viagem, na vida é preciso acreditar e nunca desistir”.

A aventura acontece todos os anos. Neste ano em específico, alguns integrantes do grupo planejam fazer um percurso ainda maior de bicicleta, partindo de Igarapé até Aparecida do Norte. Amor e fé, dois sentimentos movidos a cada pedalada de um grupo que dá um grande exemplo de motivação.

Interessados em participar do Caminho da fé podem entrar em contato com os organizadores pelo número (31) 9952-9977. 



Matérias relacionadas

    Final do corpo do documento e conteúdo da página